Dias 5 a 9 no caminho do Prof. Sandro a Belém

"Galera..... danou-se!"
Recebemos essa mensagem do Prof. Sandro quase meia noite.
Ficamos um tanto preocupados e assustados.


Um pouco antes, ele havia dito que estava levantando um mini acampamento em posto de gasolina.
Pensamos um monte de coisas, até que cerca de duas horas depois, recebemos a seguinte mensagem:
"-Galera, por medida de extrema segurança, tive que desmontar barraca e seguir mais 30km até encontrar um hotel na divisa GO/TO. Cresceram o olho na minha bike. Um amigo viu minha localização e foi ao meu encontro. Estou em Talisã.  Amanhã, pretendo chegar em Gurupi."
Se por um lado estávamos preocupados, por outro, nos aliviamos um tanto.
E no outro dia, já com a alma lavada de mais estrada, Sandro nos manda mensagem dizendo que havia encontrado os amigos Jardel, Milene, Vitória e Natália.



E é incrível como as crianças acabam sempre fazendo parte de tamanha aventura! Elas, definitivamente, são as que mais vibram conosco ao longo delas!!!



Em Gurupi, Sandrão resolveu dar um grau na bike. Recolocar fitas antifuro nos pneus e resolver problemas de comunicação que vinha tendo com o celular.
E aproveitou para rever amigos de Infância, como Zanderlam Araújo, que foi recepcioná-lo ainda quando estava passando pela Rodovia.

Já na hora do almoço, foi hora excelente de encontrar os amigos da família Araújo, que são amigos do Prof. desde 1978, da Igreja Batista Jardim das Esmeraldas.

Em 9 de julho, recebemos esta incrível foto, contando deste senhor de 61 anos que está pedalando há dois meses nas rodovias.

E já em Paraíso do Tocantins, a recepção do companheiro Hilário, do grupo Araras do Cerrado, foi excelente!!!

Sem contar que fez companhia pelos próximos 45km até Barrolândia.
Coisa boa de se ver também, foi no Posto Tabocão, com estadia oferecida pelo gerente Sérgio Rodrigues.


Cicloviagem tem dessas coisas..... apesar do mal do munod fazer bem mais barilho, tem gente boa demais espalhado por aí para nos ajudar SEMPRE!
Já nessa altura do campeonato, Sandrão nos conta que o sol para aquelas bandas é de outro mundo. Que amanhece 7 da manhã e escurece 18 horas.

E mais recepção boa pelos amigos Zé e Rhadina, que receberam com estadia e alimentação.


Noutro dia, recebemos a notícia que o próximo destino seria Nova Olinda, a 65km de Araguaína. E os dizeres seguintes foram: "A aventura está massa demais. Tô parecendo menino de tanta alegria!"
Coronel Floriano ajeitou janta e dormitório excelente em Aliança do Tocantins.
E o encontro com outros "malucos" é inevitável. Avistou-se uma turma de 25 ciclistas que saíram de Imperatriz no Maranhão, da Zilmar Bike, e estavam indo no pedal até o Rio de Janeiro, para assistirem a abertura dos jogos olímpicos.

E Quando estava chegando em Araguaína, já começamos a sermos reconhecidos. Em uma das paradas, por conta da influência de um dos idealizadores do grupo (o Max), já me pararam perguntando se Sandrão era amigo dele.
A recepção foi na Navesa Caminhões pelos amigos Jânio e Poliana, em Araguaína.

E hoje....descanso merecido em Filadélfia. Com direito a almoço feito pelo amigo Jardel.





E este aqui é o resumo da Trip até o momento:




Confiram só o vídeo mostrando a felicidade do Prof. Sandro ao longo de alguns trechos:



3 Comentários para "Dias 5 a 9 no caminho do Prof. Sandro a Belém"

Anônimo disse...

Falta pouco "mermão"!!
Carlão

Romarbike disse...

Falei pro cê que seria mais divertido que difícil.

Anônimo disse...

Estão ficando top as edições mudim, e ao Sandro poxa, lendo e viajando na aventura da uma vontade imensa de estar lá nessa empreitada, show... fôrça Sandro falta pouco!!!

Heliseriema.